Parábolas Israel Silva

Dai a César o que é de César Significado | Estudo Bíblico

Dai a César o que é de César Significado | Estudo Bíblico

Qual é o significado da expressão “dai a César o que é de César”? Certamente essa frase de Jesus se refere aos aspectos que separam a vida humana, daqueles que são especificamente parte da vida espiritual, e do relacionamento de Deus para com o homem.

Mesmo hoje em adia, há um mal entendimento a esse respeito.

Vemos várias tentativas de humanizar o pensamento divino. E por fim, tratam a Deus achando que ele pensa como homem e, fazem essa troca confusa, dando crédito divino ao ser humano.

Tributo a César significado

No livro de Mateus, capítulo 22:16-22, nos deparamos com uma situação vivida por Jesus, que tem o seu significado na ilustração para o exposto acima. Trata-se de uma pergunta maliciosa.

A liderança religiosa de Jerusalém não conseguiu entender que o reino de Deus não era deste mundo, assim tentava de qualquer forma induzir o Mestre contra o Estado.

“Dize-nos, pois, que te parece? É lícito pagar o tributo a César, ou não?”
Mateus 22:17

Os fariseus esperavam que Jesus fosse um messias libertador político. Queriam que ele liderasse uma revolução, uma espécie de guerra que expulsasse os romanos.

O mestre porém, vinha ensinando que a única coisa capaz de libertar verdadeiramente o homem da opressão, é uma mudança interior.

Espadas e armas causam uma falsa paz. Uma revolta combate apenas os sintomas de uma opressão humana. Jesus pregava para combater a causa.

A paz de Jesus é aquela que transforma o coração. Como interior renovado, ai sim se pode modificar o comportamento.

“Dizem-lhe eles: De César. Então ele lhes disse: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.”
Mateus 22:21-22

O que é de Deus e o que é de César?

Assim, aquela pergunta tem uma resposta certa. César, aqui, representa essa opressão humana sobre os demais. César representa este sistema humano que quer obter obediência através do medo, pelo uso da força. “Dai a César o que é de César”.

E este sistema humano sempre foi caracterizado pelas injustiças, desigualdades e preconceitos. Tudo isto é fruto de uma sociedade que se rebelou e escolheu viver longe de Deus. César é assim mesmo. Vem cheio de impostos e obrigações pesadas.

E há muitos que tratam Deus como se fosse César. Buscam um relacionamento com Deus através de barganhas e medos. Servem a Deus como que por uma obrigação, semelhante àquela dada a César.

Mas se César é símbolo do dinheiro, poder humano, a graça é o símbolo do poder de Deus. “Dai a Deus o que é de Deus”. De Deus é um coração sincero. Deus espera uma obediência voluntária, não forçada, não constrangida.

A Deus pertence uma adoração em espírito e em verdade. A Deus pertence as nossas boas obras, o auto-controle, o frear da língua. A Deus pertence o compartilhar o amor, o perdão e o dividir o pão com o próximo. Enfim…

Não devemos confundir. Não podemos também nos deixar manipular. Muitos usam deste texto e tentam atribuir à Deus, aquilo que seria de “César”. Não se deixe enganar. É preciso entender o significado desta expressão.

A Deus o que é de Deus e a César o que é de César.

Sobre o autor | Website

Formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, Novo Testamento, e Estudos do Apocalipse; é Especialista em Estudos da Bíblia, certificado pelo Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!